A Conferência de S. Vicente de Paulo da Vila de Prado foi oficialmente fundada no dia 18 de Junho de 1958 por iniciativa de oito Pradenses e ainda pelo Reverendo Padre António Ferreira Peixoto. Estes ilustres pradenses, imbuídos por um desejo de ajuda aos necessitados da freguesia, merecem que o seu nome seja, também aqui, perpetuado. Eram eles: Pedro Ferreira Alves, Avelino Precioso, Bernardo da Silva, José Manuel Fernandes Gomes, Manuel Fernandes Gonçalves, Manuel Gomes, José Joaquim de Sousa Alves e Manuel da Rocha. Nas semanas subsequentes, outros pradenses se uniram em torno deste projecto de «socorro aos pobres», como então se dizia. Começaram com entrega de talões e vales de géneros a famílias que iam identificando como necessitados, fruto das suas coletas e das angariações que cada confrade conseguia semanalmente.

Outras iniciativas e angariação de fundos foram surgindo, como rifas, leilões, caixas de recolha de donativos e vendas de objectos. Mais tarde, foi resolvido fazer anualmente um domingo em convívio com personalidades convidadas, sempre com o objectivo de angariação de fundos, e que ainda se mantem. Esta rotina semanal de visitas e de inquéritos à situação de famílias em situação difícil nunca foi interrompida contando já esta conferência com mais de duas mil e setecentas reuniões, onde a preocupação principal é o “ aliviar o sofrimento dos pobres”.

A Conferência de S. Vicente de Paulo da Vila de Prado é constantemente solicitada a ajudar materialmente de várias formas: cabazes de géneros alimentícios, contas de água e luz, prestações de casa, reparações em habitações e outras. Além das doações dos próprios Confrades e de alguns benfeitores, tem sido comtemplada nos últimos anos com um subsídio da Junta de Freguesia e possui uma parceria com o banco alimentar de Braga. Hoje, tal como nos tempos da Fundação, sente-se a necessidade de uma instituição deste tipo, de base católica, e tendo como lema « amar a Deus servindo directamente os pobres».